Última hora

Última hora

EUA reforçam segurança dos voos

Em leitura:

EUA reforçam segurança dos voos

Tamanho do texto Aa Aa

A partir de hoje, os controlos de segurança dos voos com destino aos Estados Unidos vão ser reforçados.

A medida foi tomada após o atentado falhado de 25 de Dezembro, no voo entre Amesterdão e Detroit. Aplica-se a todos os passageiros dos voos com escala ou origem em países considerados “patrocinadores do terrorismo”.

A lista contém 14 países, entre os quais: Afeganistão, Paquistão, Irão, Iraque ou Iémen mas também Argélia ou Cuba, por exemplo.

Todos os passageiros destes países serão sujeitos a controlos corporais completos e as bagagens de mão serão igualmente controladas.

Outra consequência do atentado falhado no voo entre Amesterdão e Detroit é a instalação de scanners corporais em certos aeroportos europeus. O primeiro deverá ser instalado em Heatrow, agora que o governo de Londres deu luz verde. Amesterdão anunciou que vai instalá-los também.

Os polémicos scanners, que mostram as pessoas nuas, estão na agenda do conselho dos ministros do Interior da União, marcado para o dia 20, em Toledo. A Espanha convidou os Estados Unidos para esta reunião.