Última hora

Última hora

Ligações aéreas restabelecidas entre a Rússia e a Geórgia

Em leitura:

Ligações aéreas restabelecidas entre a Rússia e a Geórgia

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia e a Geórgia unem-se pela primeira vez, este fim-de-semana, desde a guerra de Agosto de 2008. Mas trata-se apenas de uma ligação aérea.

O ministério dos Transportes russo autorizou os voos charter entre Tbilissi, Moscovo e São Petersburgo nos dias 8, 9 e 10 de Janeiro.

Uma representante da companhia aérea Georgian Airways espera que “as negociações entre a Rússia e a Geórgia levem ao restabelecimento dos voos regulares” e diz que a companhia está satisfeita pelo facto dos passageiros georgianos e russos “poupem tempo e energia nas suas viagens.”

Entretanto, o governo da Geórgia financiou um canal de televisão, que vai ser difundido em russo. O projecto poderia ser visto como uma provocação por Moscovo. Mas o canal rejeita ser um instrumento de propaganda georgiana contra a política russa.

Um analista georgiano afirma que “as alegações dos activistas políticos ou outros que digam que o canal é perigoso e anti-russo servem apenas as suas agendas políticas e económicas e não têm nada a ver com a realidade.”

Os dois países estão de costas voltadas desde a guerra-relâmpago de Agosto de 2008, quando a Rússia apoiou o território separatista da Ossétia do Sul contra a Geórgia.

Agora, há sinais de aproximação. Além da abertura aérea, Moscovo e Tbilissi acordaram a reabertura da fronteira terrestre em Março, encerrada desde 2006 devido ao apoio russo às regiões separatistas georgianas.