Última hora

Última hora

Exercício põe a nu falhas de segurança nos aeroportos

Em leitura:

Exercício põe a nu falhas de segurança nos aeroportos

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades eslovacas colocaram explosivos em oito malas no aeroporto de Poprad, sem avisar os passageiros.

Sete bagagens foram detectadas pelos controlos, mas uma escapou. No sábado, um cidadão eslovaco viajou tranquilamente até casa, em Dublin.

O chefe eslovaco da polícia de fronteiras pôs imediatamente o cargo à disposição:

“Telefonei ao ministro do interior e se for da minha responsabilidade coloco o meu cargo nas suas mãos”, disse Tibor Mako.

Um porta-voz do exército irlandês explicou que o explosivo em causa era “potencialmente perigoso se combinado com outros elementos”.

O electricista eslovaco, de 49 anos, embarcou num voo para a Irlanda, com explosivos na mala. No aeroporto de Dublin, as autoridades também não detectaram nada.

Um exercício de segurança que revela as falhas nos controlos nos aeroportos, dias depois de um ataque falhado num avião com destino aos Estados Unidos.