Última hora

Última hora

Grécia garante não precisar de ajuda financeira da UE

Em leitura:

Grécia garante não precisar de ajuda financeira da UE

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia rejeitou os rumores de que vai necessitar de ajuda financeira da União Europeia para reduzir aquele que é o maior deficit orçamental dos 27.

A garantia foi dada pelo ministro das finanças helénico George Papaconstantinou na sequência de Juerguen Stark, dirigente do Banco Central Europeu ter dito que não haveria ajuda da União àquele país.

Recorde-se que no mês passado o país vendeu obrigações no valor de 2 mil milhões de euros com o objectivo de melhorar as contas públicas.

A estratégia de Atenas para reduzir o deficit enfrenta a partir desta quarta-feira um teste de credibilidade. Uma delegação da União Europeia, encabeçada pelo comissário para os Assuntos Económicos, Joaquin Almunia, vai analisar as medidas destinadas a reduzir para 8,7 por cento, o actual deficit de 12,7 por cento.

O governo tenciona cortar 10 por cento na despesa social, reforçar a luta contra a corrupção e evasão fiscal e aplicar impostos especiais nas bonificações dos banqueiros.