Última hora

Última hora

Hubble e Kepler revelam novas faces do universo

Em leitura:

Hubble e Kepler revelam novas faces do universo

Tamanho do texto Aa Aa

É a imagem mais distante do Universo fotografada até hoje.

O telescópio espacial Hubble conseguiu com a ajuda de uma luz infravermelha capturar as galáxias, que se terão formado entre 600 a 900 milhões de anos depois do Big Bang.

Um feito possível graças a uma nova câmara que permitiu ao telescópio bater o recorde de há seis anos.

Já o telescópio espacial da NASA Kepler descobriu cinco novos planetas fora do sistema solar.

O mais pequeno é do tamanho de Neptuno e o maior tem uma massa superior à de Júpiter. Os planetas extra-solares são conhecidos pela elevada densidade e por uma temperatura superior a 1.200 graus centígrados

Segundo um investigador, estes cinco planetas são vinte vezes mais quentes que Júpiter e mais quentes que a própria lava.

Os novos planetas juntam-se, agora, aos outros 415 detectados desde 1995.

Um dos objectivos é encontrar planetas parecidos com a Terra fora do sistema solar e saber se estamos ou não, afinal, sozinhos na galáxia.