Última hora

Última hora

Sobrevivente de Hiroshima e Nagasaki vítima de cancro aos 93 anos

Em leitura:

Sobrevivente de Hiroshima e Nagasaki vítima de cancro aos 93 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Durante décadas foi a memória viva dos horrores da bomba atómica. O japonês Tsutomu Yamaguchi faleceu hoje aos 93 anos de idade, vítima de um cancro, depois de ter sido a única vítima a sobreviver às detonações em Hiroshima e Nagasaki.

O antigo engenheiro dos estaleiros navais da Mitsubishi encontrava-se em Hiroshima no dia 6 de Agosto de 1945, em viagem de negócios.

A três quilómetros da “zona zero” do impacto da bomba atómica, Yamaguchi tinha sobrevivido à deflagração, que provocou 140 mil mortos, com queimaduras graves num braço.

Três dias depois, de regresso a casa em Nagasaki, o japonês voltava a ser testemunha da devastação da segunda bomba atómica largada pelo exército norte-americano, que provocaria 75 mil mortos.

Foi só após a morte do filho, em 2005, vítima de um cancro resultante da exposição à radiação nuclear, que Yamaguchi revelou a sua história insólita.

Foi o único japonês reconhecido como dupla vítima das duas explosões.

Nos últimos anos tornara-se no símbolo da campanha contra a proliferação de armento nuclear, da tribuna da ONU a vários documentários sobre o tema.