Última hora

Última hora

Casamento homossexual: uma meia-vitória para os gays portugueses

Em leitura:

Casamento homossexual: uma meia-vitória para os gays portugueses

Tamanho do texto Aa Aa

Os homossexuais portugueses celebram uma meia vitória num país reputado como católico e conservador.

O Parlamento aprovou a proposta do governo que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas que não reconhece o direito à adopção.

O projecto-lei foi aprovado em primeira leitura com os votos a favor das bancadas do PS, PCP e Bloco de Esquerda. PSD e Socialistas votaram contra.

O projecto deverá ser agora debatido na especialidade antes de ser submetido ao presidente.

Portugal tornar-se-à no oitavo país no mundo a aprovar o casamento homossexual.

O presidente da ILGA considera que, “a votação representa um grande passo na luta pela igualdade não apenas em Portugal mas em todo o mundo. A luta contra a discriminação é um combate global e Portugal poderá tornar-se no sexto país na Europa a não discriminar o direito ao casamento”.

A medida tinha sido uma das promessas eleitorais do governo socialista, contestada pela direita, que no entanto não conseguiu fazer aprovar o projecto de convocar um referendo à decisão.

O governo espera que a nova lei entre em vigor antes de Maio, mês em que o Papa deverá visitar Portugal.