Última hora

Última hora

Participação do Togo na CAN continua em dúvida

Em leitura:

Participação do Togo na CAN continua em dúvida

Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que arranca a Taça das Nações Africanas em Angola, continua por decidir a participação da selecção do Togo na prova.

Os jogadores anunciaram a intenção de jogar mas o Governo togolês diz que a equipa vai regressar ao país.

O autocarro que transportava a comitiva togolesa foi atacado à entrada de território angolano no enclave de Cabinda.

Para além das vítimas mortais o tiroteio provocou vários feridos, Entre os quais se encontra Kodjovi Obilale.

O segundo guarda-redes da equipa ficou em estado grave e foi transferido para um hospital de Joanesburgo, na África do Sul.

“Ele sofreu duas feridas de tiros na parte inferior nas costas, está consciente e em condição estável. Tem sido bem assistido e tratado pelos nossos colegas angolanos e está agora com uma equipa de traumatismos”, declarou um responsável médico sul-africano.

Menos sorte tiveram o assessor de imprensa do grupo Stanislas Ocloo e o treinador adjunto Abalo Amelete, que não resistiram aos ferimentos provocados pelas balas.

Apesar dos graves incidentes a FIFA decidiu que a prova angolana deve realizar-se, como avançou o presidente da federação internacional de futebol.

“Não se esqueçam que o ano passado organizámos três competições em África sem incidentes. Estivemos no Egipto, estivemos na Nigéria, estivemos na África do Sul, por isso também há a esperança de que o futebol seja mais forte do que qualquer ataque e por isso é que a CAN, a Taça das Nações Africanas, tem que continuar”, disse Sepp Blatter

Permanece a dúvida se os jogadores togoleses subirão ao relvado esta segunda-feira para defrontar o Gana em jogo do grupo B em Cabinda.

Ao mesmo tempo começam a levantar-se questões sobre as condições de segurança do campeonato do mundo que terá lugar na África do sul em Junho.