Última hora

Última hora

Detidos alegados membros da Ndrangheta

Em leitura:

Detidos alegados membros da Ndrangheta

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana deteve 11 pessoas, suspeitas de pertencerem à Ndrangheta – a máfia da região da Calábria – e apreendeu milhões de euros.

A operação decorreu em Rosarno, no sul do país, na mesma cidade onde, há poucos dias, os imigrantes e a população se envolveram em confrontos.
As autoridades suspeitam, que o clã calabrês esteja por detrás dos incidentes.

O Procurador-Geral afirma que “o inquérito está em curso vai esclarecer se a Ndrangheta está ou não envolvida nos distúrbios da semana passada.

Os imigrantes clandestinos saíram à rua a nove de Janeiro para protestar contra o racismo.
Várias montras de lojas e automóveis acabaram por ser destruídos.

A resposta dos habitantes locais foi imediata e os confrontos inevitáveis.

Dezenas de pessoas ficaram feridas.
Cerca de um milhar de imigrantes abandonou, entretanto, a Itália.

Um médicos sem fronteiras afirma ter visitado várias vezes os locais onde os imigrantes clandestinos vivem e garante que a situação continua igual, independentemente do partido politico no poder.

Fontes governamentais admitem, que a criminalidade organizada continua a aumentar em Itália.

As condições dos imigrantes clandestinos na região está à vista