Última hora

Última hora

Comunidade internacional mobiliza ajudas para o Haiti

Em leitura:

Comunidade internacional mobiliza ajudas para o Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

Nas 24 horas que se seguiram à tragédia no Haiti, a comunidade internacional mobilizou-se numa vasta operação de emergência.

Reaberto durante a tarde de ontem, o aeroporto de Port-au-Prince ficou rapidamente saturado com as ajudas vindas de vários pontos do globo.

Os Estados Unidos enviaram equipas especializadas no resgate de sobreviventes entre os escombros, acompanhadas por cães treinados para o efeito, como explica este polícia norte-americano.

O Programa Alimentar Mundial da ONU anunciou o envio de dois aviões com bens de primeira necessidade. O Brasil preparava a expedição de 28 toneladas de alimentos e água potável e ofereceu uma ajuda imediata de 10 a 15 milhões de dólares.

A resposta ao sismo mobilizou um impressionante dispositivo militar internacional. A França coordenou os esforços com os Estados Unidos, que dispõe de duas embarcações ancoradas junto ao Haiti e se preparam para enviar um navio-hospital.

Do outro lado do Atlântico, a Comissão Europeia desbloqueou três milhões de euros de ajudas de emergência e activou o sistema de gestão de crise.

Grã-Bretanha, Itália, Espanha e Bélgica são alguns dos países europeus que já disponibilizaram equipas para participar na corrida contra o tempo para encontrar sobreviventes do sismo.

O Canadá, o Chile e a Venezuela também enviaram toneladas de material e missões de reconhecimento para Port-au-Prince.