Última hora

Última hora

Prosseguem as audições em Bruxelas

Em leitura:

Prosseguem as audições em Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Desta vez Michel Barnier respondeu ao inquérito dos eurodeputados.

O francês, designado para a pasta dos Serviços Financeiros da futura Comissão Europeia, afirmou que vai agir de forma independente e que vai regular o sector de maneira “inteligente”.

Barnier explicou que vão reformar o sistema e que nenhum mercado nenhuma peça ou produto do sistema financeiro, nenhum território poderá escapar à regulação e supervisão.

Apesar das promessas os britânicos continuam apreensivos com esta escolha. Temem que Sarkozy seja uma peça chave nas decisões.

Kamall Syed, conservador britânico afirma que Barnier tem que provar que não é um fantoche ou um homem de Sarkozy, que vai ser um comissário independente. Não é preciso que concordem em tudo, nem mesmo na União Europeia. O importante é que ele garanta que é um comissário para um mercado único, e que vai promover esse mercado acima dos interesses nacionais.

O Reino Unido acredita que Barnier significa uma futura regulação estrita do sector financeiro potencialmente perigosa para o mercado bolsista de Londres, a maior praça financeira europeia.