Última hora

Última hora

A cólera toma conta da população no Haiti

Em leitura:

A cólera toma conta da população no Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

Três dias depois do terramoto no Haiti o desespero e a cólera tomam conta da população. O tempo de espera para remover os cadáveres e resgatar eventuais sobreviventes é muito, apesar de todos os esforços das autoridade locais e dos agentes internacionais de socorro que se encontram já no terreno. Ao longo das última horas perto de dez mil pessoas foram enterradas mas o sismo, que abalou a ilha, terá feito cerca de 50 mil mortos.

“Estamos aqui há três dias à espera e não podemos fazer nada. O presidente está no aeroporto, porque não faz alguma coisa por nós? Nós tentamos fazer o nosso melhor mas o que podemos fazer?”, queixa-se um habitante.

A complicar a situação os socorristas vêem-se confrontados com pilhagens e falhas nas estruturas locais.

As comunicaçoes não funcionam, as ruas encontram-se bloqueadas e todos os olhos estão agora voltados para a chegada eminente de um porta aviões norte-americano que permitirá receber e tratar os feridos.