Última hora

Última hora

Aeroporto de Port-au-Prince com grandes problemas de coordenação

Em leitura:

Aeroporto de Port-au-Prince com grandes problemas de coordenação

Tamanho do texto Aa Aa

Um responsável do governo haitiano deplorou os “grandes problemas de coordenação” existentes no aeroporto de Port-au-Prince.
 
A denúncia foi feita por Michel Chancy, líder de uma comissão nacional de distribuição de água e de alimentos, acrescentando que “os haitianos não são informados da chegada de aviões ao aeroporto e quando aterram com ajuda humanitária ninguém se encarrega deles.”
 
Os Estados Unidos controlam oficialmente desde sexta-feira o aeroporto da capital haitiana. O tenente norte-americano Ken Keen explica que “as prioridades são as operações de busca e salvamento, que estão em curso, conseguir dar assistência médica rápida e distribuir a ajuda humanitária nas áreas necessitadas o mais rapidamente possível.”
 
De acordo com as autoridades locais, o aeroporto está a funcionar na sua capacidade máxima, com 90 aterragens e descolagens diárias. Um avião francês com um hospital de campanha a bordo não pôde aterrar este sábado.
 
O Programa Alimentar Mundial (PAM) deverá aumentar a distribuição diária de alimentos de 8000 para 50 mil pessoas. As autoridades locais deverão passar de 150 mil a 200 mil o número de rações distribuídos por dia.