Última hora

Última hora

Em leitura:

Edifício neolítico descoberto em Telaviv


Sci-tech

Edifício neolítico descoberto em Telaviv

As autoridades israelitas anunciaram a descoberta dos vestígios de um edifício antigo e de ferramentas de silex, na zona moderna da cidade de Telaviv.

A estrutura de três dividões tem aproximadamente 8.000 anos. Portanto, foi construída no período Neolítico.

Uma época em que a maioria das sociedades trocava uma vida nómada, pelo establecimento, mais ou menos permanente.

É o edifício mais antigo descoberto, até hoje, em Telaviv.

Foram também encontradas ferramentas do sílex e os ossos de hipopótamos que terão cerca de 100 mil anos.

“Isto, de facto, acontece pela primeira vez, a descoberta de uma estrutura, uma casa, uma casa construída, no período neolítico. E isso é muito importante porque corresponde a uma época de mutações, na história da humanidade. Nesse período, durante esse período, os animais foram domesticados pela primeira vez. Por isso encontrámos nesta casa, ou à volta da casa, os ossos de carneiros domesticados, domesticaram o gado, assim como alguns animais selvagens tais como um hipopótamo, que foi caçado, provavelmente, pela sua carne”,
disse o chefe dos arqueólogos.

A cidade litoral de Telaviv foi construída sobre dunas, no centro de Israel, há 100 anos.

As ruínas paleolíticas foram descobertas durante a construção, no subúrbio de Ramat Aviv.

Em Gaza, entretanto, o Ministério de Turismo promoveu uma exposição de moedas antigas, encontradas num local perto da cidade de Rafah, na fronteira sul.

Foram encontradas acidentalmente, há um mês, durante os trabalhos de uma construção.

São mais de 400 exemplares, do período romano descobertos, com outros produtos manufacturados dessa época.

Este acervo vai ser agora transferido para um museu, na cidade de Gaza.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Porto Espacial da Europa - o futuro

space

Porto Espacial da Europa - o futuro