Última hora

Última hora

Um livro sagrado, numa América caótica

Em leitura:

Um livro sagrado, numa América caótica

Tamanho do texto Aa Aa

Matar para ter o livro, matar para proteger o livro – é esta a questão que está no centro da acção do filme, “The Book of Eli”.

Denzel Washington é o protagonista, Eli, um homem a quem é confiada uma missão de alto risco, guardar um livro sagrado, num mundo apocalíptico.

Para o desempenho, sujeitou-se a quatro meses de treino intenso, de artes marciais.
Denzel Washington é igualmente o produtor do filme:

“Não fiquei muito satisfeito com o guião. Por isso, fizemos cinco versões diferentes. Foi reescrito em estúdio, para todas as personagens. Fizémos muitos cortes, para a frente, para trás, era o Gary que entrava. Depois entrou o Peckham que fez esse trabalho, com as minhas sugestões”.

Washington foi igualmente responsável pela constituição do elenco.

Gary Oldman, aos 51 anos, desempenha um bandido, numa América em caos.

Compara av suas cenas com Washington a um foguete.

“Eu gostei da história, achei que o screept era interessante e gosto do registo que me lembra o oeste e eu tenho o espírito do oeste. Perguntei ‘quem faz o Eli?’ Disseram-me ‘é o Denzel’. Interessante, senti logo um grande foguete a subir. A celebridader acaba com o jogo”

Jennifer Beals, Mila Kunis e Ray Stevenson são outros nomes do elenco.

“The Book of Eli” é realizado por dois irmãos gémeos, Albert e Allen Hughes.

O filme já está nas salas europeias.