Última hora

Última hora

Automóvel sem gasolina dá volta ao mundo

Em leitura:

Automóvel sem gasolina dá volta ao mundo

Tamanho do texto Aa Aa

Com um automóvel que anda apenas com o vento e o sol, um jovem engenheiro suíço, Marco Muller, quer fazer uma volta do mundo.

Trata-se do projecto Icare, realizado com o apoio científico de duas escolas suíças de engenharia.

São 40 mil Km em 12 meses, sem emissão de CO2, graças às energias renováveis.

De dia, captores solares farão girar um motor eléctrico. À noite, um aerodínamo recarrega as baterias.

O reboque que transporta o material foi concebido propositadamente para este projecto. Terá ainda de ser homologado, antes de iniciada a aventura, na estrada.

“Há muitas apreensões – diz o engenmheiro Marco Muller – porque já a criação do projecto foi muito difícil e, seguidamente haverá a viagem que, em si mesma, tem muitas vantagens, mas também todos os receios em relação ao voo, aos acidentes, à fiabilidade do veículo, a muitas coisas”

É a primeira vez que um automóvel eólico e solar tenta a volta ao mundo. Marco e o seu copiloto atravessarão cerca de trinta de países.

Nas escalas, farão pequenas reportagens sobre sítios ligados ao desenvolvimento sustentável.

Na escola de engenharia de Fribourg, o projecto recebe o mais importante apoio científico.

Sarah Delacolombaz é estudante de engenharia. Participa no projecto Icare, integrado no seu curriculum.

Tem a responsabilidade de conceber o sistema eólico mais ligeiro e eficiente possível.

Graças à sua equipa, Marco espera começar o périplo esta Primavera. Baptizou o projecto de “Icare”.

Mas contrariamente ao herói mitológico, está convencido que pode atingir o objectivo de se livrar do petróleo.