Última hora

Última hora

Haiti: uma semana depois continuam a ser salvas pessoas debaixo de escombros

Em leitura:

Haiti: uma semana depois continuam a ser salvas pessoas debaixo de escombros

Tamanho do texto Aa Aa

Os médicos não conseguem explicar. A palavra milagre está nas bocas de muita gente.

Satina, de doze anos, e Moses, de sete, estiveram uma semana debaixo dos escombros de um edifício. Foi através do choro que transeuntes os descobriram. O médico israelita que ajudou a salvá-los está surpreendido: “Não posso explicar em termos clínicos ou fisiológicos como seguem vivos. Talvez seja um milagre. Alguém lá em cima deve gostar muito deles…”

Mas um outro aparente milagre registou-se no mesmo dia. Enterrada pelo entulho do que foi uma creche estava Mia, de dois anos. Há sete dias que a mãe vigiava o local. Aguardava a chegada dos socorristas. Esta equipa britânica foi a primeira a chegar. Mia saiu praticamente ilesa.

Uma semana depois e em plena crise alimentar e humanitária, mais de 120 pessoas foram salvas dos escombros pelas equipas internacionais, sem contar com as que sobreviveram graças à população.

Nos hospitais de Porto Príncipe fala-se de uma “energia” que flui, e que está na origem do empenho de muita gente em continuar a procurar sobreviventes…