Última hora

Última hora

Obama perde "super-maioria" no Senado

Em leitura:

Obama perde "super-maioria" no Senado

Tamanho do texto Aa Aa

Os republicanos dão um presente indesejado a Barack Obama

Scott Brown vai ocupar no Senado o lugar deixado vago pela morte do democrata Ted Kennedy, depois da vitória numa eleição crucial no estado do Massachusetts.

Os republicanos roubam assim aos democratas a maioria qualificada de 60 assentos na Câmara Alta, o que pode comprometer seriamente a reforma de saúde do presidente norte-americano.

“Uma coisa ficou muito clara, nas minhas viagens pelo Estado: as pessoas não querem uma reforma de um bilião de dólares, que está a ser imposta ao povo americano. Esta lei não está a ser debatida de uma forma aberta e justa. Os impostos vão aumentar, vai prejudicar a Medicare, vai destruir empregos e afundar ainda mais o nosso país em dívidas”, disse Scott Brown, no discurso de vitória.

A reforma de saúde de Obama foi aprovada pelo Senado na véspera de Natal, mas a ratificação final do texto ainda tem de passar pela Câmara de Representantes, que pode enviá-lo de novo para o Senado. Se tal acontecer, os republicanos podem atrasar ou mesmo bloquear o projecto.

Um balde de água fria para Barack Obama, que comemora hoje um ano na Casa Branca, numa altura em que as sondagens indicam uma queda acentuada na popularidade do presidente norte-americano.