Última hora

Última hora

Manifestação

Em leitura:

Manifestação

Tamanho do texto Aa Aa

A paralisação afecta escolas, creches, hospitais e o sector do audiovisual.

Em Paris, Marselha, Nice e Bordeaux os grevistas saíram à rua para protestar contra a eliminação de postos de trabalho e as reformas da Administração Pública.

Um grevista explica que os “funcionários que se reformam não são substituídos” e que muitos colegas “têm problemas no serviço porque em vez de seis pessoas passam a ser três para fazer o mesmo trabalho”.

O governo francês anunciou que os cortes na função pública vão continuar. Em 2010, serão eliminados 34 mil postos de trabalho.

A greve obrigou muitos pais a procurar alternativas para guardar os filhos.

Uma mulher conta que leva a criança para o trabalho porque só encontrou quem ficasse com a criança na parte da tarde.

O Ministério da Educação afirma que apenas 15% dos efectivos aderiram a greve. Os sindicatos falam em 40%.