Última hora

Última hora

Mais crianças e menos víveres nos orfanatos do Haiti

Em leitura:

Mais crianças e menos víveres nos orfanatos do Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

A situação é cada vez mais alarmante nos orfanatos do Haiti ou pelo menos naqueles que resistiram ao sismo.

Ao crescente número de órfãos que aqui vão chegando todos os dias junta-se a falta de todo o tipo de bens de primeira necessidade, como explica Luis Carballo, o enviado especial da euronews: “A Fundação das Crianças de Deus é um dos cem orfanatos de Port-au-Prince que se autogerem e que conseguem os seus próprios fundos, já que não recebem qualquer ajuda estatal. A situação é muito complicada neste que estamos a visitar. Há 50 crianças em situação muito precária, como podem ver. Desde o terramoto que a situação é insustentável: aqui há falta de tudo.”

Os orfanatos haitianos precisam, em primeiro lugar, de alimentos para as crianças e em seguida de material educativo. Apesar das carências todos os dias chegam novas crianças como Gabriel. “A casa do pai ficou destruída e não tem onde ficar. Por isso tive que ficar com ele. Tem 15 meses e perdeu a mãe”, diz a rapariga que o “adoptou”.

As instituições haitianas têm lançado apelos para que se acelere os processos de adopções internacionais. No entanto, para a UNICEF, este tipo de adopção deve ser visto como uma solução de último recurso.