Última hora

Última hora

Holanda recebe mais de cem crianças haitianas em processo de adopção acelerado

Em leitura:

Holanda recebe mais de cem crianças haitianas em processo de adopção acelerado

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 100 crianças haitianas voaram esta quinta-feira até à Holanda, fruto de um processo de adopção acelerado devido ao sismo que devastou o Haiti.

O transporte foi organizado pela fundação holandesa de adopção NAS. O governo holandês precisou que as 106 crianças já estavam em vias de ser adoptadas antes do terremoto e que a medida excepcional foi tomada com o acordo das autoridades haitianas.

Alemanha, França, Espanha, Canadá e Estados Unidos são outros dos países que se comprometeram a acelerar processos semelhantes.

A UNICEF defendeu, por seu lado, que a adopção no estrangeiro de crianças haitianas deve ser considerada como uma opção de último recurso. As crianças que perderam os pais devem ser reunidas, se possível, com outros elementos da família alargada já que, segundo a organização, elas beneficiam de poderem crescer no país de origem.

Três ONGs britânicas preconizaram mesmo a suspensão de novas adopções até que todos os esforços sejam feitos para localizar familiares.