Última hora

Última hora

Miss Bélgica reacende tensão política no país

Em leitura:

Miss Bélgica reacende tensão política no país

Tamanho do texto Aa Aa

Em poucos dias, Cilou Annys ganhou a coroa de Miss Bélgica mas protagonizou um deslize independentista.

Na capa da revista P-Magazine, a modelo surge acompanhada do líder dos nacionalistas flamengos e pisa a bandeira belga. A completar, o político aparece a cortar a palavra Bélgica da faixa da Miss.

A modelo desculpou-se e tentou distanciar-se do líder do Partido que propõe a independência da Flandres. “Bart de Wever é-me indiferente. Ele é contra a Bélgica, eu sou pela Bélgica”, disse. “Gosto dos francófonos e dos flamengos. Para mim são os mesmos, são belgas. Também tenho avós francófonos. Por isso, não há problema”, justificou.

A foto foi vista como uma provocação e reacendeu as tensões no país. O fotógrafo saiu em defesa da modelo e disse que a bandeira servia apenas para ilustrar as suas origens. Talvez a prová-lo, na mesma revista, Cilou Annys despiu-se de polémicas e cobriu-se com as cores da bandeira.