Última hora

Última hora

O mundo de olhos postos nos orfãos do Haiti

Em leitura:

O mundo de olhos postos nos orfãos do Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

A França acaba de acolher trinta e três crianças adoptadas por famílias francesas. Com idades entre um e seis anos, os hatianos foram entregues no aeroporto de Rossy, em Paris, às famílias adoptivas numa área reservada para o efeito. Uma operação da Cruz Vermelha Internacional que foi acompanha pela primeira dama, Carla Bruni-Sarkozy.

O Haiti tinha já mais de 380 mil órfãos antes do sismo e o governo não sabe estimar quantas crianças ficaram sem pais depois do terramoto de dia 12.

Um dos primeiro paises a abrir as portas aos orfãos do sismo foram os Estados Unidos seguidos depois pela França, Espanha, Holanda, Canadá e Alemanha nesta acção. Ontem, um avião com 106 crianças partiu para Amesterdão – 92 vão ser adoptadas por famílias holandesas, 14 por luxemburguesas. À Alemanha irão chegar nos próximos dias, 30 rapazes e raparigas, e a França vai ainda receber 276.