Última hora

Última hora

Sindicatos da Opel unidos pela manutenção dos postos de trabalho

Em leitura:

Sindicatos da Opel unidos pela manutenção dos postos de trabalho

Tamanho do texto Aa Aa

Os sindicatos dos trabalhadores da Opel na Europa estão reunidos em Antuérpia.

Mas o Director executivo, Nick Reilly, anunciou esta terça-feira que o plano de reestruturação está concluído, falta apenas o acordo final com as instituições sindicais.

Apesar do optimismo o encerramento da unidade de Antuérpia criou uma onda se solidariedade entre os sindicatos.

“Sabemos o que os trabalhadores estão a sentir. Vivemos o mesmo em Luton há alguns anos quando encerraram esta fábrica no Reino Unido.”

Esta terça-feira na Bélgica estudam-se formas de protesto. O sindicato alemão apoia a luta.

“Porque é que viemos de Eisenbach? Somos a Opel e ficamos juntos enquanto Opel. Mostrámo-lo em Setembro e mostramo-lo agora.”

Os trabalhadores vão unir-se para salvar os empregos na Europa. As críticas contra a administração da General Motors são muitas.

“A única coisa que sabem fazer é tomar decisões unilaterais para nós isso é inaceitável.”

Em Antuérpia, dois mil e seiscentos trabalhadores vão perder os seus empregos depois do anúncio do encerramento da fábrica feito pela GM.

No total, o plano de reestruturação da empresa prevê o corte de mais de oito mil postos de trabalho, a maioria na Alemanha mas também em Espanha.