Última hora

Em leitura:

Chefe da segurança em Davos morre na véspera do fórum mundial


Suíça

Chefe da segurança em Davos morre na véspera do fórum mundial

A reforma do sector financeiro e o projecto norte-americano de regulação bancária vão ser os temas quentes do Fórum Económico Mundial, que começa hoje em Davos, na Suíça

Até dia 31 de Janeiro, governantes, banqueiros e os patrões das grandes empresas reúnem-se para debater o estado da economia, abalada pela crise e em busca de uma nova ordem mundial.

A segurança foi reforçada, como acontece habitualmente em Davos. Uma barreira de 44 quilómetros de arame farpado foi colocada à volta das estradas que levam à cidade e nos locais considerados mais críticos.

O Fórum começa envolto em polémica. Markus Reinhardt, o comandante da polícia da região, responsável pla segurança do encontro foi encontrado morto no quarto de hotel. Tudo indica que se tratou de suicídio.

A organização do fórum diz que a segurança dos participantes não está em risco.

O Brasil de Lula da Silva, um dos maiores defensores de uma nova ordem económica mundial, recebe, nos mesmos dias, milhares de activistas antiglobalização no Fórum Social, em Porto Alegre.

Estão previstos debates e manifestações contra o poder económico instituído, reunido do outro lado do Atlântico.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Haiti: encontrados dois sobreviventes catorze dias depois do sismo