Última hora

Última hora

George Papandreu pede mais apoio político a Bruxelas

Em leitura:

George Papandreu pede mais apoio político a Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Há quase duas semanas que os agricultores gregos estão nas ruas de Atenas para pedir apoio ao sector que representam.

Os manifestantes exigem mais dinheiro para a agricultura e menos para a banca.

Numa entrevista à euronews, o primeiro-ministro George Papandreu diz que são precisas reformas.

A forma como organizámos o sector não o tornou competitivo e essa é uma das razões pela qual os nossos agricultores protestam. Mas acredito que acabaremos por ser apoiados porque as pessoas percebem que é preciso mudar”, referiu.

Apesar das dificuldades económicas, o chefe de Governo grego sublinha que espera de Bruxelas mais solidariedade política do que monetária.

“Nós precisamos de apoio político, não económico por parte da União Europeia. Precisamos de solidariedade, se quiser, porque há uma crise maior e esta crise não é só grega. Há uma crise mais abrangente que toda a gente sente, por isso temos que ver como é que a nível europeu podemos sair desta recessão e relançar as nossas economias para nos tornar-mos competitivos”, declarou.

O recém-eleito Governo socialista grego herdou em 2009 um défice público equivalente a 12,7% do PIB.

O executivo defende que a retoma económica depende da transferência de fundos estruturais europeus para acelerar o investimento.

Por seu lado, os observadores internacionais vêm como essencial a implementação de duas medidas: A reorganização de um gabinete estatístico e a introdução de um novo sistema fiscal.