Última hora

Última hora

Haiti: encontrados dois sobreviventes catorze dias depois do sismo

Em leitura:

Haiti: encontrados dois sobreviventes catorze dias depois do sismo

Tamanho do texto Aa Aa

Catorze dias depois do sismo de magnitude sete que atingiu o Haiti, ainda se encontram sobreviventes debaixo dos escombros.

Marines norte-americanos resgataram um homem de 35 anos das ruínas de um prédio no centro de Port-au-Prince. Esteve imóvel durante quase duas semanas, mas não apresenta ferimentos graves.

Guerlande, de 14 anos, é outro milagre da tragédia. Quando o edifício ruiu, a adolescente ficou protegida pela cama e por sorte, tinha um recipiente com 100 litros de água no quarto, que conseguia alcançar.

As operações de busca estão a ser suspensas e os esforços concentram-se cada vez mais nos sobreviventes. Muitos ainda continuam à espera de ajuda humanitária.

A frustração e cansaço dos haitianos transformam-se em momentos de tensão. Os capacetes azuis controlam as operações humanitárias. Nesta distribuição de comida, os militares brasileiros da ONU conseguiram acalmar os ânimos.

“Estamos aqui para garantir a segurança da distribuição de comida feita pelo Programa Alimentar Mundial, mas a comida acabou e queremos assegurar que não há incidentes com a população”, explica um capacete azul no local.

Manter a ordem na distribuição de bens é agora a questão mais problemática em Port-au-Prince, onde se vive uma verdadeira luta pela sobrevivência. Os haitianos esperam horas em filas para ter acesso a algo tão simples como um saco de arroz.