Última hora

Americanos acusados de rapto de menores no Haiti

Em leitura:

Americanos acusados de rapto de menores no Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades haitianas mantêm detidos 10 cidadãos norte-americanos, acusados de tráfico de menores.

Os suspeitos, pertencentes a uma organização religiosa negaram ontem as acusações, afirmando pretender apenas ajudar os órfãos do terramoto.

O grupo tinha sido capturado no Sábado, junto à fronteira com a República Dominicana, na companhia de 33 crianças e sem qualquer autorização do governo, que nas últimas semanas cancelou todos os pedidos de adopção provenientes do estrangeiro.

As crianças, com idades entre 2 meses e doze anos, foram entregues temporariamente a uma ONG austríaca, que afirma que a maioria não é órfã e que já foram contactados por alguns pais.

Os Estados Unidos anunciaram que vão retomar hoje a evacuação de feridos haitianos, interrompida nos últimos dias por razões ainda pouco claras.

Vinte e três mil haitianos foram assistidos desde o terramoto, levando alguns responsáveis a queixarem-se da sobrelotação dos hospitais nos Estados Unidos.

Para evitar que a polémica manche a intervenção humanitária de Obama, Washington anunciou que vai montar um hospital de campanha em Port-au-Prince com 250 camas.