Última hora

Última hora

Mais de cem detenções em manifestação em Moscovo

Em leitura:

Mais de cem detenções em manifestação em Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

É assim todos os meses de 31 dias. Os militantes da oposição manifestam-se no centro de Moscovo e a polícia faz dezenas de detenções.

Este domingo, segundo a agência Tass, foram detidas mais de uma centena de pessoas na Triumfalnaïa. Os manifestantes exigem o respeito pela liberdade de se manifestarem.

De acordo com testemunhas, os líderes da oposição Boris Nemtsov e Eaduard Limonov, assim como o director da ONG “Memorial”, Oleg Orlov e o líder do movimento para os Direitos do Homem, Lev Ponomarev, foram também detidos.

Orlov afirmou antes de ser preso: “As pessoas que organizaram este encontro pensam que é necessário lutar pelos direitos dos cidadãos de forma a fazer cumprir os direitos que estão inscritos no artigo 31 da Constituição. E pode-se ver a forma como conseguimos fazê-lo, ou seja, como não conseguimos”.

É pelo simbolismo do artigo 31 que estas manifestações se realizam nos dias 31 de todos os meses com 31 dias, desde Maio do ano passado.

Este domingo, os protestos decorreram também em São Petesburgo, mas não há notícia de detenções nesta cidade.