Última hora

Última hora

Governo de Atenas acredita no "sim" de Bruxelas

Em leitura:

Governo de Atenas acredita no "sim" de Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

O governo grego acredita que a Comissão Europeia vai aprovar o plano de austeridade para equilibrar as contas.

O primeiro-ministro George Papandreou disse que há outros países na Zona Euro numa situação igual à da Grécia: “A Grécia, com toda a responsabilidade que tem e, com toda a franqueza, a responsabilidade dos anteriores governos, encontra-se no centro de um ataque especulativo sem precedentes, que não nos diz respeito só a nós”.

Para esta conferência, o governo de Atenas teve um convidado de peso – o prémio Nobel da Economia Joseph Stiglitz, para quem há outras economias da Zona Euro que estão a tentar usar a Grécia: “É impossível que a Grécia vá resolver os problemas da Alemanha – se a Alemanha está enfraquecida e manda menos turistas, quem sofre é a Grécia e não há nada que ela possa fazer quanto a isso”.

A decisão sobre o plano de austeridade de Atenas é tomada, esta quarta-feira, pela Comissão Europeia. O comissário para os Assuntos Económicos Joaquín Almunia já disse que considera o plano ambicioso, mas realizável.