Última hora

Última hora

Merkel quer comprar lista de implicados em evasão fiscal

Em leitura:

Merkel quer comprar lista de implicados em evasão fiscal

Tamanho do texto Aa Aa

Angela Merkel mostrou-se favorável à compra da polémica lista com dados de mais de mil evasores fiscais que depositaram fundos em bancos na Suíça.

Segundo a imprensa alemã, Hervé Falciani, informático do HSBC, está a vender a lista por 2 milhões e 500 mil euros mas, numa entrevista a um jornal francês, Falciani desmente estar ligado a esta venda.

Com ou sem Falciani a chanceler alemã pensa que se os dados são relevantes, devem ser obtidos. Merkel explica que como qualquer pessoa razoável é a favor da punição à evasão fiscal. Por isso tudo deve ser feito para conseguir estes dados.

A imprensa alemã não fala de outra coisa enquanto a Suíça critica a compra da lista porque pode encorajar o tráfico ilegal de dados.

O responsável pela Associação de Bancos Suíços espera que o governo suíço exerça influência e diga ao governo alemão para não comprar estes dados. Espera também que o governo suíço não preste auxílio administrativo, se lhe for pedido, no que diz respeito a dados roubados.

Em 2009 Falciano mostrou-se disponível para colaborar com as autoridades francesas. Tinha na sua posse uma lista de 3000 implicados em evasão fiscal. Uma lista de contribuintes cujos depósitos terão sido feitos no banco britânico HSBC. A imprensa alemã escreve que os depósitos de contribuintes alemães foram feitos no mesmo banco.