Última hora

Última hora

Deputados obrigados a reembolsar despesas

Em leitura:

Deputados obrigados a reembolsar despesas

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de metade dos 750 deputados e antigos deputados britânicos escrutinados nos casos das despesas ilícitas foram obrigados a pagar quase um milhão e trezentos mil euros.

Sir Tomas Legg, que reexaminou as notas de despesa dos parlamentares entre 2004 e 2009, considerou que o sistema é muito imperfeito mas que já foram restituídos quase um milhão de euros relativos a despesas com segunda casa.

James Cameron, líder da oposição:
“Espero que seja o fim deste horrível capítulo. Mas o que é essencial é que os deputados restituam o que é devido. Os deputados que se recusarem a pagar devem ficar sem salários ou sem as pensões. Isso tem que acontecer. E no futuro precisamos de um sistema totalmente transparente”.

Nick Clegg, líder dos democratas liberais, afirma que este caso indignou tanto as pessoas que destruiu por completo a confiança entre os deputados e as pessoas. Acho que todos os eles, especialmente os deputados mais novos, num novo parlamento, em particular aqueles da nova geração, devem perceber que as antigas práticas não podem continuar”.

Entre os estiveram em falta, quem recebeu mais ajudas de custo indevidas, foi a deputada trabalhista Barbara Follet. Foi obrigada a restituir 48 mil euros. Já pagou três quartos dessa soma.