Última hora

Última hora

Norte-americanos sabem hoje se são julgados

Em leitura:

Norte-americanos sabem hoje se são julgados

Tamanho do texto Aa Aa

O procurador-geral de Port-au-Prince decidirá hoje se segue em frente com processo contra os norte-americanos suspeitos do rapto de 30 crianças haitianas.

Os membros da associação “refúgio para uma nova vida” vão ser ouvidos pelo magistrado. As audições serão públicas. O advogado de Defesa explica porque a razão pela qual acredita na inocência dos 10 americanos.

“Eles são vítimas. Vieram ao Haiti para ajudar o povo haitiano. Vieram até Petionville onde o pastor Jean St.Vil escreveu uma carta a autorizá-los a sair com as crianças”, disse.

O primeiro-ministro haitiano Jean Max Bellerive quer que a justiça prevaleça: “Não entendo porque é pretendida uma resposta política parte de alguém que violou uma lei do meu país. A justiça vai seguir o seu curso e como primeiro-ministro quero assegurar-me que estão todos a ser bem tratados”.

Entretanto, o ex-presidente norte-americano Bill Clinton aceitou o cargo de director-coordenador da ajuda internacional proposto pelas Nações Unidas.

O objectivo é favorecer a reconstrução do país devastado pelo sismo de 12 de Janeiro que fez mais de 200 mil mortos, 300 mil feridos e um milhão de desalojados.