Última hora

Última hora

Ministros da Defesa discutem estratégia para o Afeganistão em Istambul

Em leitura:

Ministros da Defesa discutem estratégia para o Afeganistão em Istambul

Tamanho do texto Aa Aa

As operações militares da NATO são mais caras do que nunca, reconheceu esta manhã o secretário-geral da Aliança Atlântica. A declaração de Anders Fogh Rasmussen abriu a reunião informal dos ministros da Defesa da NATO, em Istambul.

Ontem, os países-membros acordaram em injectar fundos para cobrir o défice da Aliança Atlântica, que este ano poderá atingir centenas de milhões de euros.

A contribuir para a explosão dos custos está o Afeganistão. Por isso, os Estados Unidos pedem
aos aliados europeus mais reforços militares para treinar as forças afegãs.

Entretanto, as tropas britânicas começaram a preparar terreno no sul da província de Helmand para aquela que pretende ser a maior investida desde a invasão.

De acordo com fonte militar britânica, a fase inicial da operação já começou no distrito de Nad Ali, que inclui a zona de Marjan, considerada como o maior bastião dos talibãs no sul da província.

Apesar do pedido de reforços para treinar o exército e a polícia afegãos, a França continua a mostrar-se reticente. Quanto à Alemanha, vai enviar 850 homens suplementares. Um último esforço para conseguir uma retirada progressiva das tropas estrangeiras a partir de 2011.