Última hora

Última hora

Ucrânia preparada para combate eleitoral

Em leitura:

Ucrânia preparada para combate eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia viveu esta sexta-feira os últimos momentos da campanha para a segunda volta de presidenciais que não devem acabar com anos de turbulência política.

Se os resultados forem bastante equilibrados será quase certa a existência de contestação por parte dos candidatos.

Julia Timochenko ameaçou organizar violentas manifestações, idênticas às da revolução laranja que obrigou o rival a uma terceira volta eleitoral em 2004.

Timochenko sentiu-se roubada com as recentes alterações à lei eleitoral que desobrigam à existência de um quórum de dois terços nas comissões eleitorais.

Viktor Ianoukovitch e os apoiantes receavam manobras da adversária para bloquear o processo eleitoral.

O candidato, bastante próximo de Moscovo foi grande o derrotado da pró-ocidental revolução laranja e os resultados de domingo podem definir o ritmo da integração da Ucrânia no resto da Europa.

Mesmo sendo pouco provável, um regresso à estabilidade política poderá ajudar a restabelecer a confiança dos investidores numa economia severamente afectada pela crise financeira.