Última hora

Última hora

Governo espanhol apresenta reforma laboral

Em leitura:

Governo espanhol apresenta reforma laboral

Tamanho do texto Aa Aa

O governo espanhol apresentou uma reforma da lei laboral para aumentar a competitividade do país.

Fomentar o emprego dos jovens, encorajar o trabalho em “part-time” e a contratação a prazo são as armas para lutar contra a taxa de desemprego situada nos 18,8%.

Esta sexta-feira, Zapatero apresentou aos sindicatos e ao patronato uma lista de áreas onde quer alterações para tornar a contratação mais barata às empresas.

Nas palavras do primeiro-ministro, o objectivo é “reformar aspectos das instituições laborais para promover o emprego estável”.

Os sindicatos e as empresas estão dispostos a negociar. Mas a questão do aumento da idade da reforma de 65 para 67 anos é uma medida que os sindicatos não aceitam.

Um dos líderes sindicais afirmou que não concorda com o governo no que toca ao futuro das reformas.

No centro da reforma apresentada ontem estão os jovens entre os 16 e os 24 anos. Zapatero quer reduzir a taxa de desemprego desta faixa da população, que ultrapassa os 40%.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística espanhol, o país registava 4 milhões e 300 mil desempregados no final de 2009.