Última hora

Última hora

Portugal na rota da ETA

Em leitura:

Portugal na rota da ETA

Tamanho do texto Aa Aa

É a maior apreensão dos últimos 10 anos numa base da ETA.

Os 1.500 quilos de explosivos confiscados no concelho de Óbidos superam a quantidade de todo o material apreendido, no ano passado, em Espanha e França.

Números, que segundo o presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo atestam a entrada de Portugal na rota da organização separatista basca.

Durante a operação foram, ainda encontrados computadores e mapas de Madrid, Cádiz e do norte de Portugal.

A solução pode passar pelo reforço dos mecanismos de cooperação bilateral na luta antiterrorista.
Os especialistas justificam a mudança do aparelho logístico com o reforço da caça ao homem em França.

O ministro do Interior espanhol garante que os etarras serão encontrados, independentemente, de se esconderem em Portugal, França ou Espanha , acrescentando, que “vão ser perseguidos até que isto termine.”

Ao longo de 2009 foram desarticuladas mais de 20 esconderijos da ETA, a maioria em França.
As operações levadas a cabo no ano passado permitiram confiscar cerca de uma tonelada de explosivos.