Última hora

Última hora

Falta consenso na Europa, sobre a Ucrânia

Em leitura:

Falta consenso na Europa, sobre a Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Depois destas eleições, vejamos para que lado se vai inclinar a Ucrânia. Alguns esperam que se aproxime da União Europeia. Outros preferem Moscovo, como parceiro estratégico.

O analista político ucraniano, Olexiy Garan diz que Bruxelas não fez tudo o que podia, para integrar a Ucrânia:

“Depois da revoluçãp laranja, criou-se um grande entusismo com a Ucrânia, tanto interna, como externamente.
Entretanto, na União Europeia, não vimos sinais de abertura de portas, não vimos um plano de acção que aproximasse a Ucrânia da União Europeia. Definitivamente, isso interessa à Ucrânia que fez algum do trabalho de casa, mas para a União Europeia, também é muito importante. Alguns países da União Europeia estão dispostos a aceitar Ucrânia, mas outros estão ainda relutantes”

O outro importante parceiro da Ucrânia é a Rússia. E neste caso, Moscovo diz que está na disposição de melhorar os laços com Kiev. Pode mesmo dizer-se que há um certo degelo, nas realações bilaterais.

A Ucrânia tem uma posição militarmente estratégica. Mas tem também um importante papel logístico. É pelo seu território que passa parte do aprovisionamente energético da Europa.

.