Última hora

Última hora

Ianukovich obtem desforra eleitoral

Em leitura:

Ianukovich obtem desforra eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

Viktor Ianukovich teve uma boa desforra. Afastado pela Revolução Laranja por ser considerado candidato de Moscovo, o líder do Partido das Regiões pressentiu a oportunidade e iniciou a campanha com grande aparato. logo no dia que foi recolher o cartão de candidato presidencial da Ucrânia à Comissão Eleitoral.

Ianukovich é apoiado pelo Leste e pelo Sul, russófonos e falhou as presidenciais de 2004, eleições anuladas por fraude. Parecia politicamente morto, mas a popularidade ficou intacta. Regressou com um discurso mais polido.

“O meu objectivo para estas eleições é a estabelecer a ordem no país e lutar contra a pobreza. Além do mais, vou tentar ganhar para converter o país num Estado forte. Elaborámos o programa “Ucrânia para o povo” e com a equipa que tenho, vamos cumprir”

Sempre avesso à ideia de adesão da Ucrânia à Nato, considera a Rússia o aliado natural do país. Mas, actualmente, já considera uma aproximação à União Europeia, mercado apetecível para os empresários que o apoiam.

Ianukovich perdeu um pouco do autoritarismo antigo e evolui em termos de ideias, segundo os analistas ucranianos. Agora, defende os valores da democracia.

Nasceu em 1950 e ficou órfão de mãe aos dois anos de idade. Formou-se em engenharia e dirigiu uma empresa de transportes.

No passado, foi condenado por roubo e agressão e, apesar do tempo ter anulado a mancha do registo criminal, o percurso político ficou marcado.