Última hora

Última hora

Ucrânia festeja vitória de Ianukovitch nas presidenciais

Em leitura:

Ucrânia festeja vitória de Ianukovitch nas presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Eleitoral ucraniana confirmou a vitória de Viktor Ianukovitch nas presidenciais de ontem e Kiev já festeja.

Quando estão escrutinados 95% das assembleias de voto, o candidato do Partido das Regiões consegue mais dois pontos percentuais do que a sua adversária, a actual primeira-ministra Iulia Timochenko.

Com 48,2% dos votos, Ianukovitch já não pode ser ultrapassado e torna-se o segundo chefe de Estado ucraniano desde a Revolução Laranja de 2004, quando perdeu as eleições para Viktor Iuchtchenko.

O Partido das Regiões acusa, no entanto, o Bloco Iulia Timochenko de bloquear a contagem dos votos na Crimeia e em Lugansk através de uma queixa em tribunal por fraude.

A chefe de governo, que é creditada com 46% dos votos tinha marcada uma conferência de imprensa para esta manhã para reagir ao resultado final, mas acabou por anulá-la.

Como é hábito, o país ficou dividido entre as regiões de leste, russófonas, que apoiaram em massa Ianukovitch e as ocidentais que votaram na primeira-ministra.

Apesar da derrota de Timochenko, os partidários da Revolução Laranja vêem o resultado eleitoral como uma demonstração do exercício democrático, o que não acontecia no país antes de 2004.