Última hora

Última hora

Cimeira europeia: Zona Euro vai apoiar a Grécia

Em leitura:

Cimeira europeia: Zona Euro vai apoiar a Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

A Europa sai em defesa da Grécia. O primeiro-ministro Giorgios Papandreu conseguiu em Bruxelas um plano de apoio dos dirigentes da zona Euro para fazer face à crise financeira. Um facto inédito que visa antes de mais salvaguardar a credibilidade da euro zona e da moeda única e que será debatido, esta tarde, pela totalidade dos Vinte e Sete.

O presidente permanente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, defendeu a medida: “Todos os membros da zona euro devem implementar políticas nacionais para respeitar as regras fixadas. Devem partilhar a responsabilidade pela estabilidade financeira e económica da zona. Neste contexto, apoiamos os esforços do governo grego e o seu compromisso para fazer o necessário, incluindo a adopção de medidas suplementares, para concretizar os ambiciosos objectivos fixados no programa de estabilidade para 2010 e os anos seguintes”.

A Grécia precisa neste momento de um empréstimo de 53 mil milhões de euros para financiar a dívida e cobrir o défice que atinge 12,7% PIB.

Atenas apresentou um plano de austeridade para reduzir o défice em 4% este ano. Um projecto que prevê o congelamento dos salários da função pública, a redução dos prémios e o aumento da idade da reforma. Parte da população grega considera as medidas necessárias, mas mesmo assim são difíceis de aceitar.

Os funcionários públicos iniciaram uma onda de contestação. Ontem, manifestaram-se em Atenas mas prepara-se já uma greve geral na Grécia para 24 de Fevereiro.