Última hora

Última hora

Programa A400M ameaçado

Em leitura:

Programa A400M ameaçado

Tamanho do texto Aa Aa

A Airbus ameaça travar o programa A400M se não chegar a acordo com os países participantes nos próximos dias. Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Luxemburgo, Reino Unido e Turquia devem partilhar os custos de um programa que está atrasado quatro anos. A Airbus gasta entre 100 a 150 milhões de euros por mês no desenvolvimento do avião militar de transporte táctico. Caso um acordo não seja alcançado rapidamente o construtor europeu pode começar a despedir pessoal ou a congelar os investimentos.

O programa do A400M estava orçado em vinte mil milhões de euros mas problemas técnicos originaram uma derrapagem de 11 mil milhões. Se o impasse actual for ultrapassado, o construtor aeronáutico estima efectuar as primeiras entregas em 2013.