Última hora

Última hora

A maior ofensiva militar da guerra do Afeganistão

Em leitura:

A maior ofensiva militar da guerra do Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Os soldados americanos lideram a força de 15 mil homens envolvidos na maior ofensiva contra um bastião talibã, no Sul do Afeganistão.

Segundo fontes militares, pelo menos 20 insurgentes terão sido mortos e cinco soldados da NATO perderam a vida, em atentados ou trocas de tiros, mas não há confirmação que tenham sido abatidos durante a ofensiva.

A operação decorre no arredores de Marjah, na província de Helmand, que continua nas mãos dos talibã.

Um porta-voz do exército americano diz que “a resistência é muito limitada, muito menos do que o esperado pelos soldados”.

A operação, denominada Mushtarak – que quer dizer “juntos” em língua dari – começou durante a noite, quando 60 helicópteros transportaram os soldados da ISAF e das forças afegãs para os arredores de Marjah, ao mesmo tempo que outros batalhões progrediam pela periferia da cidade, onde se encontravam há alguns dias.

Responsáveis militares descrevem a Mushtarak como a maior ofensiva das forças internacionais, desde o início da guerra no Afeganistão em 2001.