Última hora

Última hora

"Celda 211" arrebata oito Prémios Goya

Em leitura:

"Celda 211" arrebata oito Prémios Goya

Tamanho do texto Aa Aa

Melhor Actor, Melhor Filme, Melhor Realizador e ainda outros cinco “melhores”. “Celda 211” conquistou definitivamente o júri dos Goya. Partiu favorito com 16 nomeações e venceu a gala do cinema espanhol com oito prémios.

Luis Tosar recebeu das mãos de Javier Bardem a estatueta pela interpretação no “thriller” sobre dois homens, em lados opostos, durante um motim numa prisão.

Este domingo à noite, em Madrid, Lola Duenas fintou Penélope Cruz e arrebatou o Goya de melhor actriz com o filme “Yo También”.

Palmas ainda para “Ágora” de Alexandro Amenabar, que conquistou sete Prémios Goya, e para “El Secreto de Sus Ojos”, do argentino Juan José Campanella, considerado o melhor filme hispano-americano e candidato aos Óscares.

A surpresa da noite foi protagonizada por Pedro Almodovar. O realizador subiu ao palco e reconciliou-se com a Academia Espanhola das Artes e Ciências Cinematográficas, depois de muitas divergências.