Última hora

Última hora

Manhã negra na Bélgica

Em leitura:

Manhã negra na Bélgica

Tamanho do texto Aa Aa

Eram 8h30 na Bélgica, uma hora a menos em Lisboa, quando dois comboios colidiram, à saída da estação de Hal, na Flandres, 15 quilómetros a sudoeste de Bruxelas.

Não há, ainda números oficiais mas haverá entre 10 mortos, número divulgado pelas autoridades policiais, e vinte vítimas mortais. Os números são ainda pouco claros.

Pouco claro é também o que se passou. Uma passageira de um dos comboios explica que ia na primeira carruagem e que não sabe o que aconteceu. Lembra-se apenas de sentir uma grande explosão e de tudo ter ficado virado do avesso, os pertences pessoais e até os assentos. Acrescenta que teve sorte.

Um outro cliente do serviço ferroviário diz que houve um choque, uma colisão frontal. Adianta que caiu para cima da pessoa que estava à sua frente, não ficou muito ferido apesar de o outro passageiro ter ficado mais atingido. Finaliza dizendo que não percebeu exactamente o que se passou.

As circunstâncias que levaram a esta colisão são ainda desconhecidas. O mau tempo, com a acentuada queda de neve dos últimos dias, poderá ter alguma influência. Mas os peritos vão agora analisar e tentar perceber o que se passou.

O incidente ocorreu em hora de ponta, quando os dois comboios se encontravam cheios de passageiros que se deslocavam para o seu local de trabalho. Pelo menos um deles circularia a velocidade reduzida, uma vez que estava a sair da estação.

Há passageiros que saíram pelo seu próprio pé, muitos ligeiramente feridos, mas o número de feridos graves, provocado por este acidente, é elevado. Algumas carruagens ficaram totalmente destruídas.

As autoridades já puseram em marcha um plano de catástrofes que inclui a mobilização de todos os hospitais da zona.

O acidente levou à suspensão de todo o tráfego
ferroviário nesta área, incluindo as ligações de alta velocidade com Londres e Paris.

Em França, a SNCF avança que as ligações entre os dois países estão interrompidas durante todo o dia e que os passageiros que pretenderem podem pedir o reembolso do valor pago pelos bilhetes ou a sua troca.

Este poderá ser um dos piores acidentes ferroviários na Bélgica. Há dois anos, um comboio de passageiros, que entrou na via contrária, embateu num de mercadorias e causou 40 feridos.

Mas este acidente faz relembrar um outro acontecido em 2001. Uma colisão entre dois comboios que causou oito mortos. Na altura, o inquérito revelou erro humano e problemas na sinalização. Este era, até ao momento, o acidente mais grave desde 1974.