Última hora

Última hora

Pelo menos 18 mortos no acidente de comboio na Bélgica

Em leitura:

Pelo menos 18 mortos no acidente de comboio na Bélgica

Tamanho do texto Aa Aa

É um balanço difícil, o da catástrofe ferroviária desta manhã, na Bélgica, quando dois comboios colidiram de frente na estação de Halle. Pelo menos 18 pessoas morreram, segundo o primeiro balanço oficial do governador da província flamenga de Brabant.

As duas composições transportavam entre 250 e 300 passageiros, quando se deu o acidente, na estação de Halle, 15 quilómetros a Sudoeste de Bruxelas. Eram oito e meia da manhã, sete e meia em Lisboa. Um terceiro comboio embateu depois nas composições já acidentadas.

“Eu viajava em segunda classe e as pessoas que estavam à minha frente faleceram quase todas. Morreram…”, diz u, passageiro, que acrescente: “Tive muita sorte. Passei ao lado da morte e, de facto, Deus salvou-me”.

“Nós circulávamos na via ao lado e embatemos numa das carruagens”, explica outro passageiro: “Foi então que todos os cabos caíram em cima dos comboios.”

O acidente ocorreu à hora de ponta, quando as pessoas se dirigiam para o trabalho. Um homem, que mora perto da estação, conta o que viu:

“Eu ia trabalhar quando ouvi um grande estrondo. Vim ao jardim e vi que tinha havido uma colisão entre comboios. Fiquei muito impressionado, e depois fui prestar os primeiros socorros. Levei cobertores e cadeiras para as pessoas poderem sentar-se.”

Segundo o governador da província, Lodewijk De Witte, a colisão terá sido provocada pelo desrespeito de um sinal vermelho.

Várias horas depois do acidente, havia ainda passageiros encarcerados nas carruagens destruídas. Pelo menos 125 pessoas ficaram feridas, 11 das quais em estado grave.

Durante todo o dia, as equipas de socorro não tiveram mãos a medir.