Última hora

Última hora

Papa diz que abusos sexuais dos bispos irlandeses são "grave pecado"

Em leitura:

Papa diz que abusos sexuais dos bispos irlandeses são "grave pecado"

Tamanho do texto Aa Aa

O papa condena os actos de pedofilia dos bispos irlandeses.

Bento XVI esteve reunido durante dois dias com 24 prelados católicos da Irlanda.

Os bispos reconheceram “erros de julgamento” por ao longo de anos não terem denunciado os abusadores e prometeram cooperar com a justiça.

Segundo o porta-voz do Vaticano, o papa considerou que o abuso de crianças e jovens é um “crime hediondo e um grave pecado” que ofende Deus e fere a dignidade da pessoa humana.

Bento XVI admite que se trata de uma situação dolorosa que levará tempo a ser resolvida e desafia os bispos a enfrentar “os problemas do passado com determinação”.

O escândalo de pedofilia causou uma onda de choque na Irlanda. Os primeiros casos vieram a público em em Maio. Um relatório oficial registou a existência de abusos sexuais ao longo de várias décadas, em escolas e orfanatos geridos pela Igreja.