Última hora

Última hora

Tribunal nega liberdade ao maior traficante de armas

Em leitura:

Tribunal nega liberdade ao maior traficante de armas

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal de recurso da Tailândia recusou a liberdade condicional ao russo Viktor Bout.

O maior traficante de armas do mundo, detido desde 2008, tinha pedido para aguardar julgamento em liberdade sob pagamento de uma caução. Mas, segundo o juiz, o pedido não cumpria todos os requisitos exigidos por lei.

Por seu lado os Estados Unidos tinham já solicitado a sua extradição para ser julgado pela ligação às FARC. Bout é acusado de ter vendido às forças revolucionárias da Colômbia mísseis terra-ar, explosivos C-4 e minas antipessoais, entre outro equipamento bélico.

O traficante terá também negociado com a Serra Leoa, a UNITA em Angola, as milícias do antigo Zaire e até a Al-Qaeda. Um percurso fora da lei que lhe valeu um filme hollywoodesco, “O Senhor da Guerra”, o título em português, interpretado por Nicolas Cage.

Se for julgado na Tailândia Viktor Bout arrisca-se a uma pena de prisão de dez anos.