Última hora

Última hora

Cecilia Malmström: o primeiro dia de trabalho de um comissário europeu

Em leitura:

Cecilia Malmström: o primeiro dia de trabalho de um comissário europeu

Tamanho do texto Aa Aa

É hora de trabalho em Bruxelas. A nova Comissão Europeia realizou esta quarta-feira a primeira reunião, após a aprovação dos eurodeputados.

Neste primeiro dia, a euronews acompanhou Cecilia Malmström. A nova comissária europeia para os Assuntos Internos explicou-nos que a sua prioridade será a Frontex, a agência europeia responsável pelo controlo das fronteiras externas da União: “Avaliámos a Frontex, o seu funcionamento. Vamos reforçá-la. Queremos aumentar as capacidades de coordenação e melhorá-la por forma a que trabalhe com os países na luta regular contra a imigração, mas também para ter a certeza que é aplicada a lei e que é respeitado o princípio de “não recusa” no Mediterrâneo.”

Cecilia Malmström conhece bem os corredores europeus. Foi eurodeputada e figura central da presidência sueca da União. Nessa altura era ministra para os Assuntos Europeus. Mas, mesmo assim, o início na comissão Barroso II não foi fácil.

Cecilia Malmström viu os eurdeputados rejeitarem o acordo Swift sobre a transferência de dados bancários para os Estados Unidos e tem em mãos a crise dos vistos, entre a Líbia ao Espaço Schengen:

“Não parei desde o início. Esta semana e a passada”.

“O que aconteceu?”

“Com a Líbia? Há negociações que estão em curso a vários níveis. A comissão não entra em jogos de acusação, nunca o faz. Tentamos resolver os problemas. A Suíça faz parte da comunidade Schengen e medida afecta toda a União Europeia. Tentamos encontrar uma solução”.

Cecilia Malmström e os outros 25 comissários da segunda equipa de Durão Barroso estão a instalar-se para um mandato de cinco anos repleto de desafios.