Última hora

Última hora

Festa, com muitos problemas

Em leitura:

Festa, com muitos problemas

Tamanho do texto Aa Aa

O Kosovo celebrou esta quarta-feira o segundo aniversário da independência com alguma festa, e muitos problemas.

Na hora dos festejos, os kosovares não esqueceram o apoio da administração Bush à independência.

A economia é débil e isso traduz-se numa taxa de desemprego superior a 40 por cento. No plano político, há também dificuldades que ainda não foram ultrapassadas. Por exemplo, cinco países da União Europeia ainda não reconheceram o Kosovo.

Na sessão solene no Parlamento, o presidente, Fatmir Sejdiu reconheceu que a independência não trouxe grandes vantagens:

“Somos o mais jovem país da Europa e do Mundo. Mas isso não é uma vantagem. Pelo contrário, é um obstáculo no nosso difícil caminho, com muitas responsabilidades, no nosso futuro. Temos o dobro do trabalho, para conseguir o mesmo nível de desenvolvimento que outros países tiveram”.

O país está dependente do apoio da União Europeia. As autoridades acusam a Sérvia de falta de cooperação. Belgrado responde que nunca reconhecerá a independência e reclama uma redifinição do estatuto. Mesmo que isso dificulte a aproximação a Bruxelas.